Diretora do Conviver explica critérios e estimula adoção de crianças e adolescentes

Em Goiás, mais de 1.800 crianças e adolescentes vivem em abrigos à espera de adoção. Grupo de Estudos e Apoio à Adoção e Convivência Familiar orienta sobre procedimentos necessários

No Dia Nacional da Adoção, a diretora do Grupo de Apoio à Adoção e Convivência Familiar em Goiás - Conviver, Elita Paula Almeida Soares discorreu sobre o tema, mostrando dados da realidade estadual e as dificuldades para que o processo tenha maior celeridade. Em entrevista ao programa O Mundo em Sua Casa, das rádios Brasil Central AM e RBC FM, ele informou que em Goiás mais de 1.800 crianças e adolescentes vivem em abrigos à espera de adoção, enquanto existem cerca de 5 mil pessoas e famílias que desejam adotar.

“É uma conta que não fecha. Embora tenhamos mais interessados em adotar do que crianças e adolescentes a serem adotados, a questão não se resolve facilmente por muitas razões”, afirmou a diretora. Segundo ela, muitas famílias desejam recém-nascidos, outras estabelecem limite de idade até sete ou oito anos e algumas ainda querem adotar apenas uma criança e, muitas vezes, há casos de dois ou três irmãos que precisam continuar juntos. “Essas condicionantes dificultam as adoções, mas procuramos sempre mostrar aos interessados a realidade dos abrigados, a necessidade e a importância dessas crianças crescerem no seio de uma família”, enfatizou Elita Paula.

Ela informou também que o Grupo Conviver implementou o sistema de apadrinhamento em Goiânia, Aparecida e muitas outras comarcas, com foco nos adolescentes que chegam à faixa dos 14 anos e ainda não foram adotados. As famílias muitas vezes não vão adotar, mas ajudam esses adolescentes com apadrinhamento afetivo (levando para casa nos fins de semana) e apadrinhamento financeiro (custeando escola e cursos profissionalizantes) para que, ao completarem 18 anos e saírem do abrigo, estejam preparados para trabalhar e viver por conta própria. Pessoas e famílias interessadas na adoção podem entrar em contato com o Conviver pelo telefone (62) 98623-4695.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.