Detran lança serviço de atendimento remoto para surdos

Um dos idealizadores do serviço, Heuler Neves diz que ideia é ampliar o atendimento a esse público, que soma cerca de 50 mil pessoas no estado

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) lançou um serviço de atendimento remoto em libras para surdos. Chamado de Detran Acessível, a iniciativa é inédita no Brasil e busca promover a inclusão da pessoa com deficiência. A estimativa é de que o serviço beneficie cerca de 50 mil surdos em Goiás. Atualmente, só a sede do órgão em Goiânia e a Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Anápolis possuem atendimento presencial em libras.

O atendimento do Detran Acessível será feito por meio de mensagem de Whatsapp. Ele pode ser acionado pelo usuário do Detran ou servidores de Ciretrans onde não há atendimento em libras. O usuário deve enviar mensagem de texto para o número (62) 9 9944 2817. O primeiro contato é com uma resposta automática, esclarecendo que o atendimento é exclusivo para surdos e informando outros canais de atendimento do Detran.

Em um segundo momento, o usuário surdo deve escolher a opção 1. Caso seja servidor de Ciretran e esteja necessitando de tradutor em libras para atender a um usuário, deve teclar 2. Em seguida será aberta uma chamada de vídeo para sanar as dúvidas e prestar informações sobre os serviços como consultas de veículo e habilitação, agendamento de interpretação de libras para prova de Legislação de Trânsito (teórica), esclarecimento de valores de serviços, emissão de boletos, impressão de Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e outros.

Heuler Neves, um dos idealizadores do projeto-piloto Detran Acessível, falou sobre a novidade em entrevista ao radiojornal O Mundo Em Sua Casa nesta quarta-feira,18. Em conversa com os apresentadores Paulo Henrique Santos e Juvêncio Alarcon, Neves disse que o serviço vai ampliar o atendimento à pessoa com surdez, já que hoje só duas unidades do Detran contam com atendimento presencial para este público. Segundo ele, cerca de 1300 pessoas com deficiência de surdez têm Carteira de Habilitação em Goiás.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.