Definidas as regras para os debates eleitorais na TBC

TV Brasil Central realizará quatro debates com todos os candidatos a prefeito da capital com transmissão simultânea pelas rádios e redes sociais

Uma reunião nesta sexta-feira, 2, na sede da Agência Brasil Central (ABC) definiu as regras dos debates que vão reunir os 16 candidatos a prefeito de Goiânia nas eleições de novembro. Em grupos de quatro candidatos, serão realizados quatro debates de 20 a 23 deste mês na TV Brasil Central. A realização tem parceria com a TV Alego, emissora da Assembleia Legislativa de Goiás, e terá mediação do jornalista Paulo Beringhs.

Realizados sempre às 20h40 no estúdio da TBC, os debates serão retransmitidos simultaneamente pela TV Alego e demais veículos da agência: as rádios RBC FM e Brasil Central AM e redes sociais da ABC. A previsão é de que os debates durem cerca de 1h30. Não haverá plateia e cada candidato poderá ter acompanhamento de um assessor permanente no estúdio e outro de sua equipe de comunicação.

Tudo será feito seguindo os protocolos recomendados contra o coronavírus. Haverá tapetes sanitizantes na entrada, aferição de temperatura, distanciamento das cadeiras e disponibilização de álcool em gel. Não será permitida a entrada de pessoas com qualquer objeto alusivo à campanha e partidos políticos, como camisetas, botons, bonés e similares. Os candidatos não poderão portar nenhum aparelho eletrônico durante dos debates, apenas caneta e papel.

Blocos

Os programas serão divididos em quatro blocos, sendo três blocos de debate (com perguntas feitas entre os candidatos), com duração de aproximadamente 22 minutos e o último será de considerações finais com tempo flexível de duração, mas respeitando-se tempo igual para todos. Tudo será feito por sorteio, tanto a posição das cadeiras no estúdio quanto a ordem das perguntas em cada bloco.

O candidato que não comparecer terá a cadeira vazia e identificada. Não será permitida a substituição pelo candidato a vice-prefeito ou qualquer outro representante, seja por qualquer motivo. O candidato que não puder participar do debate na data estabelecida pela Agência Brasil Central, não será autorizado a participar em outra data.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.