Daniel Vilela articula no Ministério dos Transportes a conclusão de obras viárias em Goiás

Acompanhado de Pedro Sales (Agehab) e Lucas Vissotto (Goinfra), o vice-governador apresentou ao ministro Renan Filho pedidos listados por Ronaldo Caiado

O vice-governador de Goiás, Daniel Vilela, se reuniu com o ministro dos Transportes, Renan Filho, nesta quinta-feira (12) em Brasília. Na ocasião, apresentou demandas do Governo de Goiás para a melhoria da infraestrutura rodoviária do Estado. “Estamos aqui para trazer as reivindicações do Estado [de Goiás] em relação às obras federais que cortam o nosso Estado. Vamos aproveitar o início do mandato do ministro Renan Filho para que a gente possa ouvi-lo sobre o seu planejamento”, comentou. Foi o que mostrou reportagem veiculada no O Mundo em Sua Casa desta sexta-feira (13).

Os principais problemas tratados envolvem o Anel Viário da Região Metropolitana de Goiânia; a interrupção das obras do Anel Viário de Jataí; a entrega do Anel Viário de Aragarças e também o processo de federalização de trechos das rodovias GO-070, GO-080 e GO-108/GO/236. Os presidentes da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Pedro Sales, e da Agência Goiana de Infraestrutura e Obras (Goinfra), Lucas Visotto, também participaram da audiência.

“O governador Ronaldo Caiado já tinha uma demanda com o Departamento Nacional de Trânsito (Dnit) neste sentido e trouxemos algumas propostas de federalizações, de rodovias que são estaduais e passariam a federais. Mostramos preocupações com algumas obras que precisam ser retomadas. O ministro conheceu o panorama de Goiás”, explicou Pedro Sales. De acordo com o presidente da Goinfra, Lucas Visotto, o ministro Renan Filho se mostrou “favorável às demandas apresentadas”.

O ministro Renan Filho sinalizou que essas questões devem ser resolvidas com celeridade a partir da reunião que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá com governadores de todo País no próximo dia 27 de janeiro. O governo federal deve priorizar esforços e recursos em pelo menos três grandes obras de cada Estado – uma na área de Infraestrutura, outra na Educação e a terceira na Saúde. Ainda assim, o ministro garantiu antecipar os pleitos de Goiás com o presidente Lula.

ABC Digital
 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.