Cientistas suspeitam que coronavírus possa antecipar diabetes

A endocrinologista Patrícia Novais explicou no TBC 1 que isso tem relação com o ataque do novo vírus ao pâncreas de alguns pacientes

A endocrinologista Patrícia Novais Rabelo e a apresentadora Michelle Bouson, nos estúdios da TBC

O coronavírus ainda tem muitas perguntas científicas sem respostas, o que tem levado a diversos estudos sobre seus efeitos e sequelas no corpo humano. Algumas dessas novas pesquisas sugerem que ele pode antecipar casos de diabetes em alguns pacientes e também agravar quadros pré-existentes da doença.

Para entender essa relação, o telejornal TBC 1 ouviu nesta terça-feira, 4, a endocrinologista Patrícia Novais Rabelo. Ela conversou por videoconferência com a apresentadora Michelle Bouson e falou que a suspeita pode ser explicada pelo vírus também afetar o pâncreas, órgão responsável pela produção de insulina.

“Se você tem a invasão do vírus no tecido pancreático, você tem uma dificuldade na produção da insulina, isso pode ser o motivo que tá levando à hipoglicemia relacionada a casos de coronavírus”, explicou ela acrescentando que não está claro ainda o tipo de diabetes desenvolvido nesses pacientes, se do tipo 1, 2 ou mesmo uma variação da doença em função do ataque do novo vírus.

A médica falou ainda da ação do novo vírus sobre outros órgãos do corpo humano, como o ataque mais comum ao pulmão, e de como pessoas dos considerados grupos de risco ficam mais vulneráveis à Covid-19. Ela discorreu, em especial, sobre as pessoas com sobrepeso.

Confira a entrevista completa:

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnologicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.