Carretas da saúde levam prevenção ao câncer de mama e útero

Veículos adaptados realizam atendimentos, exames e encaminhamentos

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, tem levado a diversas cidades ações de prevenção a dois dos principais males que afligem as mulheres: câncer de mama e do colo do útero. O programa é feito via carretas adaptadas com conforto e tecnologia para atender às mulheres que não têm condições financeiras ou mesmo tempo de ir a um centro de saúde.

Reportagem especial da TV Brasil Central esteve em Nova Roma, município no Nordeste do Estado, a 572 quilômetros da capital, acompanhando o trabalho de uma das quatro carretas que integram o programa. Em média, são 70 atendimentos por dia. Triagem inicial e exames são realizados no próprio veículo, em ambiente acolhedor, higienizado e seguro para as mulheres. “Hoje a gente tem a coleta para o [exame] papanicolau e mamografia, que é de suma importância para o tratamento precoce”, disse Lidiane Moreira dos Reis, secretária de Saúde de Nova Roma.

A carreta que esteve em Nova Roma pertence à Policlínica de Posse. Na região, o Programa de Rastreamento e Prevenção ao Câncer de Mama e Colo Uterino percorre 31 municipios, atingindo uma população de cerca de 1,2 milhão de mulheres. A reportagem ouviu o governador Ronaldo Caiado sobre o programa. Ele afirmou que muitas das mulheres atendidas nunca tiveram a oportunidade de fazer esses exames, muitas delas com mais de 50 anos de vida, disse. “É isso que nós vamos transformar, vai ser uma rotina”, concluiu.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.