Caiado toma posse virtualmente para o segundo mandato de governador de Goiás

Cerimônia foi realizada na Alego; Ronaldo Caiado participou remotamente, de São Paulo, onde está se recuperando de uma cirurgia do coração

Para dar início à cerimônia de posse, o vice-governador Daniel Vilela chegou à Assembleia Legislativa de Goiás pela entrada principal por volta das 17 horas do domingo. O presidente da Casa, Lissauer Vieira, comandou a solenidade. “Nós temos uma expectativa muito grande aqui no Estado de Goiás pelo trabalho realizado pelo governador Ronaldo Caiado”, afirmou. Reportagem sobre a posse foi exibida no Jornal Brasil Central desta segunda-feira (2).

Após o início da cerimônia de posse, o governador reeleito Ronaldo Caiado, de forma virtual, e o vice-governador Daniel Vilela fizeram o juramento. Caiado e Daniel leram o juramento prometendo defender a Constituição e as leis do Estado. O deputado estadual Antônio Gomide (PT) discursou em nome da oposição, e o deputado líder do governo, Bruno Peixoto, falou sobre o equilíbrio fiscal, o enfrentamento à Covid-19 e outros temas que foram destaques na gestão de Caiado.

Objetivo

Na posse, Ronaldo Caiado estava acompanhado da esposa Gracinha Caiado e das filhas, que colocaram a faixa de governo no pai. Em seu discurso, ele afirmou que vai governar nos próximos quatro anos com o objetivo de melhorar a vida de cada goiano. 

Caiado participou da cerimônia de posse de forma remota, em São Paulo, onde está se recuperando de uma cirurgia no coração. O mandato dele vai de 1º de janeiro de 2023 a 31 de dezembro de 2027. Em seu discurso, ele aproveitou para relembrar o trabalho realizado na primeira gestão. “Tudo o que deu certo nos últimos quatro anos vai continuar, mas vamos avaliar com todo o cuidado tudo que ainda precisa ser feito e vamos fazer”, declarou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.