Caiado discute transição da empresa de energia goiana na Aneel

Agência informou ao governador que a Equatorial Energia deve assumir a gestão do fornecimento de energia no estado em 1º de janeiro próximo

O governador Ronaldo Caiado esteve novamente na sede da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em Brasília, nesta quarta-feira (30), discutindo a transferência do controle acionário da empresa goiana de energia da Enel para a Equatorial. Acompanhado de auxiliares, Caiado foi recebido pelo presidente da agência Sandoval de Araújo.

Em entrevista ao vivo ao Jornal Brasil Central, o governador comentou as recentes quedas de energia no estado em função das chuvas e disse esperar que a nova gestão da empresa mude o atendimento aos goianos. “Infelizmente esse período [de chuvas] tem sido muito difícil para o povo goiano, isso tem sido muito repetitivo e vamos ver se a gente consegue melhorar. Se Deus quiser, com ajuda da Aneel, nós teremos um bom resultado em breve para o povo goiano”, disse o governador.

Na reunião, a direção da Aneel informou ao governador que deve votar, na próxima terça-feira (6), o relatório com parecer favorável à venda da Enel para a Equatorial Energia. A expectativa é de que, cumpridos os ritos legais, a Equatorial assuma o fornecimento de energia elétrica no estado a partir de 1º de janeiro de 2023.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.