Caiado confirma Hospital de Campanha em Águas Lindas de Goiás para pacientes da Covid-19

Governador disse que já iniciou o processo de conversação com a sociedade organizada de Goiás para decidir sobre como será a saída da quarentena

Repórter Jânio Rodrigues, governador Ronaldo Caiado e supervisora do HCAMP, Marta Kelly Nogueira, em live realizada pela ABC

Em live hoje, 31, direto do Palácio das Esmeraldas para os veículos da Agência Brasil Central (ABC), comandada pelo jornalista Jânio Rodrigues, o governador Ronaldo Caiado informou que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, garantiu a instalação de um Hospital de Campanha em Águas Lindas de Goiás, para tratamento dos pacientes infectados com o novo Coronavírus (Covid-19). A região do Entorno do DF foi escolhida, segundo ele, porque Brasília é hoje um local onde está havendo grande infestação e por isso mesmo reiterou o pedido feito na live de ontem, para que os goianos evitem, neste momento, se deslocar para lá, só o fazendo em caso de extrema necessidade. Hoje, ele estava acompanhado por Marta Kelly Nogueira, supervisora do HCAMP, que falou sobre o atendimento naquele hospital.

Aproveitou para agradecer ao ministro Mandetta e ao governo do presidente Jair Bolsonaro pelo atendimento do pedido de instalação do hospital em Águas Lindas e também aos prefeitos goianos, pela colaboração no cumprimento dos decretos do governo estadual que determinam a quarentena. Ele também citou os prefeitos de Acreúna e Pontalina, que chegaram a liberar o comércio em suas cidades, hoje mais cedo, depois voltaram atrás com o pedido do governador.

Marta, por sua vez, informou que hoje o HCAMP deu alta ao senhor Paulo, esposo da Dona Maria, primeira e única pessoa morta em Goiás por causa do novo Coronavírus. Ela citou todo o esforço das equipes multidisciplinares que estão atuando para dar um atendimento de qualidade no hospital aos pacientes da Covid-19. Segundo ela, lá existem 222 leitos, sendo 30 deles de Unidade de Terapia Intensiva.

Disse que há um grande comprometimento de toda a equipe do HCAMP com o atendimento, “para que seja o melhor possível” e apresentou um modelo de sinalização, onde o paciente pode acessar as cores verde (quando está sendo bem atendido), amarelo (quando há alguma correção a ser feita) e vermelho (quando precisa de uma interferência urgente da equipe). Segundo Marta, são 400 profissionais de saúde trabalhando lá, sendo que, destes, 89 são médicos e todos imbuídos de um atendimento mais humanizado e rápido, observando que o mais demorado foi de 30 minutos para a realização de um exame de imagem.

O governador Caiado voltou a pedir a compreensão da população neste momento de extrema atenção com essa doença, que é altamente contagiosa e perigosa, disse ainda que já está discutindo com setores da sociedade organizada as formas de sair da quarentena, mas que a decisão será dele de como isso se dará, para evitar problemas futuros. “Quero proteger os 7,2 milhões de goianos. Também já comecei a ouvir as pessoas e a decisão vai depender da estrutura que tivermos, porque não temos corpo técnico ainda para combater essa guerra”, afirmou.

Ele agradeceu também os cantores goianos e citou Gustavo Lima, Maiara e Maraísa, Fernando e os padres Marco, Leo, Luiz e Rodrigo, pelo espírito de solidariedade que estão demonstrando neste momento. Citou que um show virtual de Gustavo Lima foi assistido por mais de 15 milhões de pessoas. Além do atendimento de saúde, destacou como passo importante a solidariedade, para a arrecadação de gêneros de primeira necessidade que serão distribuídos aos goianos mais carentes.

A live de hoje pode ser assistida na íntegra na página da RBC FM 90,1 no Facebook.

ABC Digital