Baixa procura por vacina infantil em Goiânia preocupa as autoridades de saúde

Pais ou responsáveis devem levar as crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade para se imunizar contra sarampo e influenza até o dia 6 de junho

As coberturas vacinais para crianças estão baixas em todo o País. A imunização contra sarampo, difteria e paralisia infantil, por exemplo, permanecem abaixo da meta do Ministério da Saúde. Por isso, a médica pediatra Loretta Campos disse que doenças que já haviam sido controladas, e até mesmo erradicadas no Brasil, estão ressurgindo. “Uma delas é o sarampo, que é uma doença altamente transmissível”, citou  ela em reportagem veiculada nesta segunda-feira (9), no programa O Mundo em sua Casa.

Apesar dessa tendência, muitos pais ainda compreendem a importância de imunizar os filhos. Vários deles levaram as crianças neste sábado (7) ao Centro Municipal de Vacinação em Goiânia. Esse é o caso da contadora Cristiane Serafim, que considera o ato necessário para preservar a vida de seu filho e das pessoas da comunidade em que ele vive.  A Secretaria Estadual de Saúde (SES) alerta para que pais ou responsáveis pelas crianças de seis meses a menores de cinco anos procurem um posto de saúde mais próximo de casa. Estão disponíveis vacinas contra sarampo e influenza. A campanha de vacinação prossegue até o dia 6 de junho em todos os municípios goianos.

Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde da SES, Flúvia Amorim, a baixa procura por vacinação infantil já ocorre há algum tempo e piorou com a pandemia. Devido a esse fato, doenças que já estavam controladas ou eliminadas estão voltando. O sarampo foi a primeira delas, mas já houve também este ano um caso de difteria em Goiás, sendo que o último  tinha sido relatado em 1998. “Isso tudo é fruto do esquema vacinal não atualizado e das baixas coberturas. Se mantivermos essas coberturas baixas, infelizmente outras doenças poderão ressurgir, como por exemplo a paralisia infantil”, afirmou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.