Atenção: segunda-feira, dia 7, é o prazo final para se cadastrar no auxílio da Lei Aldir Blanc

Chefe de Gabinete da Secult Goiás alertou, em entrevista ao TBC2, para o prazo final; Pasta está realizando treinamento para instruir os artistas goianos sobre como ter acesso a esse benefício 

A Secretaria de Estado de Cultura (Secult Goiás) alerta os agentes culturais goianos: o prazo para se cadastrar no auxílio emergencial concedido por meio da Lei Adir Blanc (Lei 14.07 de 29/06/2020) se encerrará às 23h59 da próxima segunda-feira, 7. A Pasta está promovendo treinamento para instruir os artistas sobre com ter acesso ao benefício desta lei.

A chefe de Gabinete da Secult Goiás, Leila Soares, esteve no estúdio do TBC2 nesta quinta-feira, 6, e conversou com o apresentador Guilherme Rigonato sobre as ações da Pasta relativas à Lei Aldir Blanc.

A ajuda técnica do Governo do Estado visar dar mais tranquilidade para que os possíveis beneficiados possam lidar com os editais e com toda a documentação exigida. A Secult Goiás tem três editais abertos. O primeiro passo, segundo Leila Soares, é se inscrever no Mapa Goiano de Cultura, no site mapagoiano.cultura.go.gov.br.

Treinamento

A chefe de Gabinete informou que foram adotadas pela Pasta duas linhas de ação. A primeira é o treinamento presencial, realizado na sede da Secult, localizada na Praça Cívica, ao lado do Palácio das Esmeraldas, em Goiânia. “Lembrando que nós estamos cumprindo com todas as regras do distanciamento, com todo esse cuidado, as pessoas utilizando máscara”, ponderou. 

Para esta sexta-feira, 6, estão previstas duas turmas de treinamento: uma no período das 10 horas ao meio dia; e outra das 14h às 16h. Também está sendo realizada a ação itinerante, por meio da qual uma equipe da Secult Goiás vai aos municípios para treinar multiplicadores. Segundo Leila, muitas das vezes os artesãos, por exemplo, são pessoas simples e que trabalham com arte de maneira informal, portanto não têm acesso ou têm dificuldade de acesso a um computador e à internet.

 “A ideia é que cada vez mais pessoas sejam treinadas, e de maneira voluntária, se disponibilizem a cadastrar essas pessoas para que elas possam assim receber o auxílio”, afirmou. Ela lembrou que podem se habilitar a receber o benefício os músicos, quem trabalha com gastronomia, artistas de circo e todos aqueles que atuam com qualquer tipo de arte ou cultura. Essas pessoas estão aptas a se inscrever em um dos três editais.

Garantiu que tem muito recurso e ainda uma baixa adesão de interessados em Goiás. “Mas nós acreditamos que as pessoas irão se inscrever a tempo e serão contempladas”, ressaltou.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.