Pessoas são bem-vindas mas a pandemia não acabou, diz presidente da Goiás Turismo

Fabrício Amaral afirmou à RBC que o turismo só voltará com força total quando toda a população estiver vacinada; e demonstrou preocupação com as cidades turísticas goianas neste feriado prolongado

O presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, demonstrou nesta quarta-feira, 2, preocupação com as cidades turísticas goianas neste feriado prolongado. “As pessoas são sempre bem-vindas a Goiás, mas a pandemia não acabou”, alertou ele. Ele lamentou que o meio do ano está próximo e os números da pandemia continuam elevados.

“Isso não é a expectativa que a gente gostaria, porque o turismo volta, de fato, com a vacinação da população inteira”, ponderou. Fabrício Amaral concedeu entrevista ao programa O Mundo em sua Casa das rádios Brasil Central AM e RBC FM. Segundo ele, é preciso ter muita compreensão do momento e se preocupar. Disse que tem se percebido uma certa flexibilização e acomodação das pessoas pelo fato de algumas estarem vacinadas; e isso dá a impressão de que estão imunizadas e ninguém mais vai pegar a Covid-19, o que não é verdade.

Municípios

Fabrício Amaral explicou que se reúne semanalmente com os representantes dos municípios turísticos goianos “para tomar decisões e fazer planejamento”. Mas adiantou que a Goiás Turismo não pode interfeir nos protocolos municipais, a não ser que se trate de uma situação de calamidade mais macro. Nesse caso, é competência do Governo do Estado, como a a decisão de proibir a presença de turistas durante a temporada do Rio Araguaia.

Lembrou que os empresários do ramo turístico têm empréstimos à disposição, desde de ano passado. Entretanto, muitos deles preferem não pleitear o crédito, com receio de não ter receita. E citou o abre e fecha das atividades turísticas. Reiterou que a Goiás Turismo tem se colocado à disposição para ser o interlocutor do setor turístico com a Secretaria da Saúde, o governador e o Ministério Público; além de atuar como facilitador um facilitador na questão dos processos ligados aos empréstimos.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.