Aparecida de Goiânia entra em nova fase de escalonamento do comércio

Cidade passou a fechar atividades não essenciais aos domingos e avalia se aderirá à proposta do governo estadual de fechamento intermitente de 14 dias

A apresentadora Danuza Azevedo e a coordenadora do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus da prefeitura de Aparecida de Goiânia, Ana Paula Vilela, nos estúdios da TBC

A cidade de Aparecida de Goiânia começou no último domingo, 28, uma nova fase no escalonamento de funcionamento do comércio, com o fechamento total aos domingos de todas as regionais estabelecidas pela prefeitura. O escalonamento começou a funcionar no início de junho, com a cidade sendo dividida em 10 regiões e, a cada dia, duas delas ficando fechadas, incluindo supermercados e farmácias.

Nesta nova fase, duas regiões seguem fechadas diariamente e aos domingos fecham-se todas as regiões, ficando liberadas apenas atividades consideradas essenciais, como supermercados, postos de combustíveis, farmácias e postos de saúde e hospitais de urgência. Para comentar essa nova etapa comercial na cidade, a apresentadora Danuza Azevedo, do TBC 1, conversou nesta segunda-feira, 29, com Ana Paula Vilela, coordenadora do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus da prefeitura de Aparecida de Goiânia.

Por videoconferência, Ana Paula explicou que essa nova fase, caracterizada no decreto municipal como “amarela”, se deu em função do aumento do número de casos de Covid-19 e ocupação de leitos hospitalares na cidade. Há outras duas fases previstas no decreto, a laranja e a vermelha, que pode determinar o fechamento total das atividades caso a doença siga avançando.

“A nossa portaria já prevê todos esses cenários conforme o aumento de casos e de lotação dos leitos de saúde pública. Estamos trabalhando para conscientizar a população e não chegarmos nesses cenários”, disse ela, informando que no cenário laranja somam-se mais duas regionais fechadas diariamente, além do fechamento total das regionais aos sábados e domingos. No cenário vermelho, acrescentou, tem-se o fechamento total de todas as regionais de domingo a domingo.

Os dados atuais da situação de Aparecida de Goiânia na pandemia de coronavírus mostram a cidade com 2506 casos confirmados, 8085 casos suspeitos e 41 mortes. Perguntada sobre a sugestão do governador Ronaldo Caiado de estabelecer um fechamento intermitente de 14 dias para todas as atividades comerciais consideradas não essenciais no estado, Ana Paula disse que o comitê deve se reunir ainda nesta segunda para avaliar a proposta e sugerir ao prefeito Gustavo Mendanha se a cidade adere ou não.

Confira a entrevista completa:

ABC Digital