Aneel vai acompanhar transição da Enel para Equatorial em Goiás

Governador Ronaldo Caiado levou comitiva técnica à agência federal para garantir fiscalização no fornecimento de energia elétrica durante a troca das empresas

Fiscais da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vão acompanhar os técnicos da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) no monitoramento dos serviços da Enel durante a transferência de controle acionário da empresa para a Equatorial Energia. O governador Ronaldo Caiado levou uma comitiva técnica de Goiás à agência federal nesta segunda-feira (24) para discutir os termos dessa fiscalização. O assunto foi destaque no Jornal Brasil Central desta terça-feira (25).

Segundo o governador, a preocupação do Estado é com a garantia do fornecimento de energia à população durante o período chuvoso que se aproxima. Caiado citou na reunião com diretores da Aneel a suspeita de suspensão dos serviços de manutenção preventiva por parte da Enel, o chamado “Plano Verão”.

“A Enel montou uma estratégia para que a próxima empresa já recebesse um quadro grave de deterioração, ou seja, eles cancelaram o monitoramento preventivo para já entregar a quem vai assumir a energia totalmente colapsada num período em que temos a maior incidência de chuvas fortes”, disse o governador após a reunião. Sandoval de Araújo Neto, diretor-geral da Aneel, se comprometeu a realizar as fiscalizações para garantir os serviços na transição das empresas. A previsão é de que a Equatorial Energia assuma no início do próximo ano as operações da Enel em Goiás.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.