Analistas apontam que as mulheres têm hoje protagonismo na economia

Analistas da UFG e do Sebrae-GO afirmam que as mulheres estão cada vez mais inseridas na economia, empreendendo e gerando emprego e renda

O bloco Papo Econômico, que é veiculado nos programas Primeiro Tempo e Segundo Tempo da RBC FM, discutiu hoje, 8, as iniciativas do empreendendorismo feminino, com Emília Rosângela Pires, gerente do Centro de Empreendedorismo e Incubação da UFG, e Vera Elias de Oliveira, analista do Sebrae Goiás. Elas pontuaram que as mulheres têm atuado com protagonismo na economia, sendo responsáveis por grande parte do desenvolvimento alcançado pelo Brasil na atualidade.

No Primeiro Tempo, Emília disse que o protagonismo feminino hoje na economia se tornou evidente. “A cada dia vemos as mulheres caminhando para um rumo de protagonismo em diversos mercados e ações, e com o empreendedorismo não é diferente, elas estão cada vez mais inseridas, fazendo o seu negócio, gerando renda não só para elas mas também para outras que elas empregam. Hoje, as mulheres têm um papel fundamental na economia”, observou. Segundo ela, a pandemia fez com que as mulheres se lançassem mais ao mercado, criando novos negócios.

No Segundo Tempo, Vera citou um estudo feito no final do ano passado, pelo Sebrae-Goiás, em parceria com a Universidade Federal, onde constatou-se que no Estado há hoje em torno de 352 mil negócios liderados por mulheres. “Desses, 55 mil são de mulheres que, além de terem o seu empreendimento, são empregadoras e fomentam renda na nossa sociedade”, salientou. Entre os desafios, citou a questão cultural, que incute que a mulher não vai dar conta, não pode e que seu negócio não vai dar certo. Acompanhe aqui as entrevistas completas.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.