Agricultores familiares podem se inscrever no Programa de Aquisição de Alimentos

Informação é do secretário da Agricultura, Antônio Carlos, durante entrevista concedida no estúdio do TBC 2; Governo de Goiás recebeu recursos adicionais do Ministério da Cidadania

A apresentadora Danuza Azevedo e o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, nos estúdios da TBC

Os agricultores familiares que desejam fornecer produtos ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Estadual devem procurar o escritório local da Emater e preencher a adesão. Eles precisam ter a Declaração de Aptidão ao Ponaf (DAP), e no cadastramento identificar qual o produto pretendem comercializar.

A informação é do secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Antônio Carlos de Souza Lima Neto. Ele concedeu entrevista no estúdio do TBC 2 nesta quarta-feira, 23, a Danuza Azevedo. Segundo ele, o agricultor familiar pode também procurar a Secretaria.

Conforme o titular da Seapa, após o cadastramento do agricultor familiar, o Governo de Goiás proverá todo o recurso para que essa matéria-prima seja adquirida. Posteriormente, através da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), as famílias serão beneficiadas com essa produção, acrescentou.

O Programa

Antônio Carlos explicou que o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma política pública “muito fortalecida”, com a proposta de adquirir o produto da agricultura familiar e promover a doação simultânea, atendendo principalmente as famílias com maior vulnerabilidade social. Ressaltou que, pela primeira vez, está sendo executado pelo Governo Estadual, pois sempre foi trabalhado pela Conab.

“Pela primeira vez o Governo Estadual pactuou recurso financeiro junto ao governo federal, ao Ministério da Cidadania”, declarou. Salietou que, ainda no trâmite da primeira pactuação, houve o anúncio por parte do governo federal de um incremento de 33% nesse recurso. Esses valoes serão trabalhados para atingir o maior número de produtores rurais, dando a oportunidade para milhares de famílias serem atendidas com essa produção de alimentos, que será adquirida pelo Governo de Goiás.

O secretário explicou que Goiás recebeu um aporte extra de mais de R$ 1,3 milhão, que veio se somar ao montante de R$ 4,02 milhões já em caixa para adquirir a produção da agricultura familiar, totalizando R$ 5,32 milhões. Se for somado com os municípios que aderiram ao PAA, mais à Conab, Antônio Carlos ele estimou que mais de R$ 12 milhões serão aplicados, ainda este ano, na compra de produtos da agricultura familiar, fortalecendo o desenvolvimento do setor e, principalmente a economia goiana.

Veja a entrevista completa:

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnologicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.