Ações de delegacias especializadas combatem violência contra a mulher

Delegacias estão preparadas para acolher as vítimas e investigar agressores

Goiás é um dos estados que registra os maiores índices de violência contra a mulher no Brasil, a maioria protagonizada por companheiros dentro das próprias casas das vítimas. Para mudar essa realidade, o governo estadual tem incrementado a atuação das delegacias especializadas no atendimento à mulher, as DEAMs.

Em entrevista ao Jornal Brasil Central desta quarta-feira (30), a delegada da DEAM da região Noroeste da capital, Cássia Costa Sertão, falou das características dos crimes de feminicídio em Goiás e das penas previstas em lei, do perfil e atuação das DEAMs e da importância de as mulheres denunciarem seus agressores.

Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB-GO, Fabíola Ariadne Rodrigues, ressaltou a importância da Lei do Feminicídio, que completou sete anos neste mês no país. Segundo ela, a legislação trouxe avanços na tipificação do crime, na penalização e corroborou para o surgimento de estatísticas que balizam as políticas públicas na área, antes inexistentes.

ABC Digital

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.