HOME

INSTITUCIONAL

DIÁRIO OFICIAL

TV BRASIL CENTRAL

Notícia

Projeto de Praia Acessível da Goiás Turismo está concorrendo a dois prêmios nacionais
Publicado em: 2019-09-27 13:05:05

Informação é do presidente Fabrício Amaral, durante participação no programa Fala Goiás em Rede das rádios Brasil Central AM e RBC FM

O projeto de Praia Acessível da Goiás Turismo, está concorrendo a dois prêmios nacionais, o Prêmio Braztoa e o prêmio do Ministério do Turismo na área social. A informação é do presidente da autarquia, Fabrício Amaral, durante entrevista concedida na manhã desta sexta-feira, 27, ao programa Fala Goiás em Rede das rádios Brasil Central AM e RBC FM. O programa foi apresentado por Josiel Meneses, Débora Orsida e Viviane Gontijo.

O Praia Acessível foi lançado em julho passado pela Goiás Turismo, durante a apresentação do Juntos pelo Araguaia em solenidade na divisa entre Aragarças (GO) e Barra do Garças. Foram entregues 14 cadeiras de rodas anfíbias aos municípios para serem utilizadas pelos turistas com deficiência durante a Temporada do Araguaia. Foram contemplados os municípios de Baliza, Aragarças, Aruanã, Britânia, São Miguel do Araguaia, Nova Crixás e Mundo Novo.

O Fala Goiás em Rede foi transmitido ao vivo por 11 emissoras de rádio de Goiânia e de cidades turísticas do interior, que enviaram perguntas ao presidente da Goiás Turismo. Outras quatro emissoras vão retransmitir o programa em outros horários. A entrevista, concedida no auditório Moraes César, foi acompanhada pelo presidente da Agência Brasil Central, José Roberto Leão, e pela diretora de telerradiodifusão, Elizeth Araújo.

Aeroporto internacional

Em resposta a Divino Rodrigues, da Rádio Campinas de Goiânia, que questionou ações para fortalecer o polo de confecções da Região da 44, Fabrício Amaral anunciou a internacionalização do Aeroporto Santa Genoveva, que passará a receber voos oriundos de outros países. “Já entrei em contato com a (companhia aérea portuguesa) TAP e mais duas outras empresas do setor. Sabemos que a Região da 44 recebe compradores até do exterior, como Moçambique e Angola”, afirmou.

Parque de Terra Ronca

Ivon Valente, da rádio Cultura FM de Posse, perguntou sobre os projetos para a região de Águas e Cavernas do Cerrado, no Nordeste Goiano. Fabrício Amaral lembrou que o Parque Estadual de Terra Ronca é o maior complexo de cavernas da América Latina. “São mais de 500 cavernas”, destacou. A proposta, segundo ele, é integrar, sob o ponto de vista turístico, o Parque de Terra Ronca com a Chapada dos Veadeiros. Contou que, por meio de uma parceria da Goiás Turismo com o Rally Sertões, será realizada uma expedição em Terra Ronca para cerca de 40 pessoas da área do turismo do País, visando divulgar as belezas da região.

Chapada dos Veadeiros

Lineu Garcia, das rádios Rural FM de São João D‘Aliança e Rural FM de Alto Paraíso questionou sobre os recursos anunciados pelo Ministério do Turismo para a Chapada dos Veadeiros. Conforme o presidente da Goiás Turismo, o Projeto Investe Turismo começou em abril de 2019 e vai até abril do próximo ano. Os consultores estão realizando o treinamento dos empresários da região. O próximo passo é levá-los às feiras para comercializar seus produtos turísticos. “Alto Paraíso é hoje nosso cenário internacional”.

De acordo com Fabrício Amaral, Goiás tem três destinos internacionais importantes: Parque Nacional das Emas, Brasília/Caminho de Cora Coralina (um novo produto) e, disparado, Brasília/Chapada dos Veadeiros. Hoje a Chapada já é um destino internacional, mas é preciso capacitar mais o setor para receber os turistas estrangeiros, defendeu. Até abril do próximo ano vão acontecer feiras e exposições para comercializar o produto Chapada nos mercados nacional e internacional, adiantou.

Caminho de Cora Coralina

O Pastor Moisés, da Rádio Serra FM de Corumbá de Goiás, perguntou sobre as ações de melhoria no Caminho de Cora Coralina, que começa no município. Fabrício Amaral informou que assinou protocolo, na sexta-feira passada, 20, no Ministério do Turismo, para que Goiás receba R$ 1,5 milhão. Esses recursos, mais outros R$ 1,5 milhão oriundos de emendas parlamentares dos deputados José Nelto e Adriano do Baldy, serão aplicados exclusivamente em infraestrutura na primeira etapa do Caminho de Cora - sinalização, totens, internet, parada dos visitantes e mirantes.

Trem Turístico

Uídisson Ulisses, da Rádio Líder FM de Pires do Rio, quis saber detalhes do projeto Trem Turístico. O presidente da Goiás Turismo lembrou que o projeto contempla um consórcio de 14 municípios da região da Estrada de Ferro. Admitiu que o projeto tem grande complexidade. E informou que a Goiás Turismo assumiu dois projetos – um de viabilidade econômica dos municípios contemplados; e o segundo, cujo edital deve ser lançado na próxima semana, será para elaboração de estudo de questões técnicas – trilho, bitolagem, tempo de trem, concessão de uso, que são coisas específicas, mas necessárias.

Projeto Rotas Gastronômicas

Em resposta a Célio Silva, da Rádio Rio Vermelho de Silvânia, Fabrício Amaral explicou que o Projeto Rotas Gastronômicas tem as festas gastronômicas como “a cereja do bolo”, mas é bem maior. A ideia é ter, o ano todo, ações pontuais de gastronomia, prevendo inclusive a capacitação, como assistentes de cozinha, de pessoas em condições de vulnerabilidade nos municípios onde serão realizados os eventos.

Vale do Araguaia

Vagner Calíquio, da Rádio Maracá FM de Novas Crixás quis saber como incrementar o turismo na região do Vale do Araguaia. Uma das três regiões que serão atendidas pelo Rally Sertões será o Vale do Araguaia, respondeu o presidente da Goiás Turismo. Será uma expediência só de aventura, e não de competição. Garantiu que a região também será contemplada com projetos de pesca esportiva e de gastronomia. “Conclamo os prefeitos e a população a pensar o turismo fora da temporada”, salientou.

Caldas Novas

Leonardo Miguel, da TV Gazeta de Caldas Novas, perguntou sobre o projeto para a Região das Águas Quentes. Fabrício disse que a região já tem o turismo consolidado. Agora é a vez de inovar além das águas quentes, buscar novas alternativas turísticas, defendeu. Ele citou o Parque Estadual da Serra de Caldas, para o qual está sendo estudada a possibilidade de uma Parceria Pública-Privada (PPP), para que o local receba um maior número de visitantes e a região possa unir águas quentes e natureza.

Turismo náutico

Helen Gama, da Rádio Regional Fm de Caçu, disse que o município está em uma região que tem cinco grandes lagos e perguntou o que poderia ser feito para inclui-lo na rota turística do Estado. O presidente da Goiás Turismo o convidou para um evento que será realizado em Itumbiara, no final de outubro, na área do turismo náutico. A região de Caçu também poderá adotar projetos nesta área. “Vamos atuar de forma regionalizada, não se faz turismo individualmente. O mesmo assunto foi abordado por Rodrigo Lima, da Rádio Módulo de Itumbiara.

Lago Serra da Mesa

Motta Filho, da Rádio Liberdade FM de Uruaçu, pediu ações para desenvolver o turismo às margens do Lago Serra da Mesa. Segundo Fabrício, será lançado o projeto de Pesca Esportiva em Abadiânia. “Todos os municípios que têm potencial na região do Lago da Serra da Mesa serão convidados para o evento, a ser realizado no início de novembro”, respondeu. E acrescentou que será realizado o Festival Gastronômico de Niquelândia.

Abadiânia

Como atrair visitantes para Abadiânia após o caso João de Deus foi a questão de Bideca, da Rádio Capivari AM do município. Além do evento de pesca esportiva já anunciado, o presidente da Goiás Turismo informou que o município tem um grande potencial turístico e um lago não conhecido. Abadiânia fará parte também do Caminho do Planalto Central, um dos três que comporão o Caminho dos Goyzes. O Caminho do Planalto Central será lançado neste sábado, 28, em Brasília, e terá seu início em Abadiânia.

   

ABC- Agência Brasil Central. Rua SC-01, nº 299, Parque Santa Cruz, Goiânia - GO CEP: 74.860-270 Fone: (62) 3201-7600
© Copyright 2015. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Agência Brasil Central.

Privado