HOME

INSTITUCIONAL

DIÁRIO OFICIAL

TV BRASIL CENTRAL

Notícia

Secretário de Segurança promete combate duro à criminalidade
Publicado em: 2019-01-11 10:38:42

O secretário de Segurança, Rodney Miranda, comparou a segurança pública a um avião em voo de cruzeiro. “Nós estamos pilotando este avião, mas não podemos descer, aterrissar e arrumar. Temos que arrumar no alto mesmo, e é isso que nós vamos fazer. Vamos enfrentar e combater a criminalidade, é o que nós já estamos fazendo, e com muita competência.”

A declaração foi feita durante entrevista concedida na manhã desta sexta-feira ,11, no estúdio da RBC, emissora da Agência Brasil Central (ABC), durante o programa O Mundo em sua Casa, apresentado por Luzeni Gomes e Écio Santana. Rodney Miranda disse que os policiais civis e militares goianos integram um “grupo de excelência”, que superou suas expectativas, com boa estrutura de inteligência, de formação e de rede de comunicação.

Como deficiências, o secretário apontou que existe ainda uma grande quantidade de policiais em funções administrativas e um sistema prisional fragilizado que vai merecer atenção especial. Até porque, avaliou, boa parte dos crimes graves que hoje acontecem – não só em Goiás, mas em todo o Brasil – as ordens partem de dentro dos presídios. Essa organização e ordem têm de ser quebradas, defendeu.

Para enfrentar as dificuldades ele apresentou como fórmula trabalhar com seriedade. Lembrou que veio para Goiás com uma experiência, uma bagagem. “Sou delegado da Polícia Federal, fui secretário da Segurança em dois Estados importantes da Federação: Espírito Santo e Pernambuco”, destacou.

Rodney Miranda declarou que vai trabalhar para que os profissionais de segurança prestem, a cada dia, um serviço melhor, melhorando não só as condições profissionais, mas as condições pessoais deles. “Precisamos dar condições para que eles possam combater o crime com êxito, fazer o atendimento à população”, acrescentou. No caso do pessoal do sistema prisional, para que possam manter a disciplina necessária.

Conforme o secretário, ele teve a oportunidade, tanto de escrever a proposta do Governo Ronaldo Caiado, quanto de trabalhar na transição. Então, já possui uma série de programas e ações pré-aprovados pelo governador. “Estamos sinalizando agora a montagem de equipe. Definimos o comando da PM e do Corpo de Bombeiros, e a chefia da Policia Civil”, afirmou. Os indicados são profissionais de rua, acostumados ao enfrentamento à criminalidade, no caso dos policiais, acrescentou. “E é isso que a gente quer deles. Não queremos gente em gabinete, em atividade meio. Queremos gente, no caso da PM, no patrulhamento extensivo, e no caso da polícia civil, na investigação”.

Presídios

Sobre os problemas dos presídios, ele atribuiu à precariedade da infraestrutura das unidades prisionais, que precisam ser reforçadas e remodeladas. “Temos um problema também nacional, que é a legislação. Temos hoje uma legislação plenamente garantista, que beneficia quem comete crime, ou então pelo menos facilita a vida de quem comete crime. Hoje as leis protegem os criminosos. Tenho esperança e a certeza que a coisa vai mudar por conta da posição da sociedade, que não aguenta mais”, ponderou.

Sobre o problema da legislação criminal, o secretário disse que será preciso contar com o presidente Jair Bolsonaro, o ministro Sérgio Moro e equipe, para o aumento do rigor das leis. Rodney integrou grupo de elaboração de novas propostas de leis criminais, a pedido do presidente da Câmara dos Deputados, e também da proposta de criação do Sistema Único de Segurança Pública. “Nós, policiais, também precisamos de respaldo para poder fazer nosso trabalho”, defendeu.

Assessoria de Comunicação da ABC

   

ABC- Agência Brasil Central. Rua SC-01, nº 299, Parque Santa Cruz, Goiânia - GO CEP: 74.860-270 Fone: (62) 3201-7600
© Copyright 2015. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Agência Brasil Central.

Privado