HOME

INSTITUCIONAL

DIÁRIO OFICIAL

TV BRASIL CENTRAL

Notícia

Jovem Cidadão terá mais mil novas vagas para o primeiro emprego em Goiás
Publicado em: 2017-08-10 17:38:56

Comemorando o Mês da Juventude em Goiás, o governador Marconi Perillo autorizou a criação de mil novas vagas para o Programa Jovem Cidadão, da Secretaria Cidadã, em solenidade nesta quinta-feira, dia 10, no Oscar Niemeyer, em Goiânia. O programa é modelo no Brasil e pioneiro ao oportunizar o primeiro emprego de carteira assinada para jovens de 14 a 17 anos.

Atualmente, com 3.624 vagas distribuídas em todos os 246 municípios do Estado. Em 17 anos, o programa Jovem Cidadão já beneficiou mais de 15 mil jovens. A jovem Yara Cruvinel, beneficiária do programa, entregou homenagem ao governador Marconi Perillo, por sua atuação em prol dos jovens de Goiás.

Além de marcar o Dia Internacional da Juventude(comemorado dia 12), o evento lembrou também do Dia do Estudante (11). Cerca de 500 jovens participantes do Jovem Cidadão, da Secretaria Cidadã, participaram do evento, reforçando uma das principais políticas públicas de Goiás para a juventude em busca do primeiro emprego.

No ano passado, o Governo de Goiás autorizou a criação de mil novas vagas exclusivas para os jovens do Entorno do Distrito Federal. “É uma região onde a população em geral, e o jovem em particular, é comprovadamente mais vulnerável, o que reforça a necessidade de uma proteção maior do Estado. Avançamos bastante nesse programa e vamos avança mais”, comenta a secretária Lêda Borges, titular da Secretaria Cidadã.

O programa proporciona ao jovem das camadas mais vulneráveis da sociedade a possibilidade de ter uma aprendizagem laboral, ao mesmo tempo em que mantém os estudos escolares. O jovem participante do programa recebe salário mínimo-hora, que equivale a cerca de meio salário mínimo por quatro horas de trabalho.

O direcionamento ao trabalho conta com parceria de órgãos públicos do Estado e prefeituras. A execução do Jovem Cidadão é feita pela Organização Social Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) sob coordenação geral da Secretaria Cidadã. O Governo de Goiás investe anualmente cerca de R$ 50,3 milhões no programa.

“É um trabalho que tem dado muito orgulho para todos nós porque além de todos os benefícios sociais e econômicos que o programa traz ao jovem e sua família, tem também a questão da autoestima desse jovem, que se torna um adulto mais responsável e mais seguro de si, o que gera melhor relacionamento na escola, na família e na sociedade”, conclui a secretária Lêda Borges.

Tecnologia social reconhecida

Goiás é vanguarda em tecnologia da aprendizagem. Este ano o programa Jovem Cidadão, que serve de modelo para várias iniciativas do gênero no Brasil, completa 18 anos de atuação junto ao Governo de Goiás, em uma parceria que posiciona o Estado como referência nacional e internacional em programas sociais de inclusão laboral juvenil.

Para participar, o adolescente deve possuir idade entre 14 e 18 anos (idade limite para inclusão: 17 anos e três meses, para permitir um melhor aproveitamento), estar devidamente matriculado e possuir frequência mensal em unidade regular de ensino ou ter concluído o ensino médio, ter renda familiar até dois salários mínimos. Adolescente sujeito à medida socioeducativa ou de proteção legal também pode participar.

O programa, reconhecido pela Unesco/Fundação Banco do Brasil, tem como base legal a Lei Federal 10.097/2000 (Lei de Aprendizagem) e portarias vigentes. Com foco na formação integral do jovem, sua qualificação profissional e encaminhamento ao trabalho, com carteira assinada, a execução está estruturada em cinco eixos de gestão: Gestão de Relacionamento, Gestão Trabalhista, Gestão Educacional, Gestão Social e Gestão de Monitoramento e Avaliação.

Fonte: Goiás Agora / Comunicação Setorial / Secretaria Cidadã

   

ABC- Agência Brasil Central. Rua SC-01, nº 299, Parque Santa Cruz, Goiânia - GO CEP: 74.860-270 Fone: (62) 3201-7600
© Copyright 2015. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Agência Brasil Central.

Privado