Todas as Coisas fala do uso medicinal da maconha

Programa recebe especialistas no tema e filho de paciente de Alzheimer que está usando a maconha com fins terapêuticos

Foto das apresentadoras do programa Todas as Coisas: Susete Amâncio e Kamylla Rodrigues

O Todas as Coisas da TV Brasil Central desta segunda-feira, 10, vai falar sobre o uso medicinal da maconha. A prática ganha força em todo o mundo como alternativa terapêutica. E pode melhorar a vida de milhares de pacientes e de seus familiares.

O programa é apresentado por Susete Amâncio e Kamylla Rodrigues, e começa a partir das 19 horas. Para falar sobre o tema, estarão no estúdio da TBC a advogada Nycolle Araújo Soares, especialista em Direito Médico e Proteção Jurídica à Saúde; e o médico João Normanha, especialista nesse tipo de tratamento. O empresário Felipe Suzin vai contar como o pai dele; que tem Alzheimer, está se sentindo  depois que começou um tratamento com remédios à base de maconha.

Polêmico

O tema é polêmico e  divide opiniões, porque a maconha é amplamente conhecida como uma droga de efeito estimulante, psicoativa e  ilegal. Mas esse cenário está mudando. Tanto que a Organização Mundial  da Saúde (OMS) recomenda agora não tratar o canabidiol, um derivado da erva, como uma droga.

Especialistas defendem os benefícios do uso de compostos da maconha para o tratamento de  doenças como epilepsia, Parkinson, Alzheimer, câncer, além do alívio de  dores da esclerose múltipla, entre outras.

O Todas as Coisas é transmitido ao vivo, pela TV Brasil Central/TV Cultura canal 13.1, ou na NET canal 520, a partir das 19h. Pode ser acompanhado também pelo Facebook; e depois no canal da TV Brasil Central no Youtube.

O telespectador pode participar do bate-papo enviando perguntas e comentários pelo Whatsapp (62) 3201-7704.

ABC Digital