Todas as Coisas fala de gravidez na adolescência

Números alarmantes reforçam ainda mais a importância de se debater prevenção, educação sexual e as consequências de uma gravidez precoce.

As apresentadoras Susete Amâncio e Kamyla Rodrigues, sentadas no estúdio do Todas as Coisas

O Todas as Coisas da TV Brasil Central desta segunda-feira, 17, vai falar sobre gravidez na adolescência. O programa é apresentado por Susete Amâncio e Kamylla Rodrigues, e começa a partir das 19 horas.

Para discutir sobre o tema foram convidadas a médica Alessandra Arantes, ginecologista especialista no atendimento a adolescentes e jovens; e Fernanda Ramos Pereira, coordenadora do Programa Ciclos de Vida da Secretaria Estadual de Saúde. E para contar sua experiência de como foi ser mãe aos 18 anos de idade, o programa traz também a relações públicas, Tatiana Helrigle Silva.

Campanha

Esse mês, o Ministério da Saúde e o da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos lançaram em conjunto, a campanha “Tudo tem seu tempo: Adolescência primeiro, gravidez depois”. A campanha gerou  polêmica, porque parte dos organizadores defende a inclusão da abstinência sexual como método para prevenir a gravidez na adolescência.

Polêmica à parte, a campanha serve para discutir o tema e  levar à reflexão. Os números de adolescentes grávidas chamam a atenção. O Brasil possui a maior taxa de mães com até 18 anos de idade da América  Latina. Em Goiás, todos os dias cerca de 40 crianças e adolescentes entre  10 e 19 anos se tornam mães. O número anual ultrapassa 15 mil e representa 15% do total de partos realizados no Estado, de acordo com levantamento do Ministério da Saúde.

Polêmica

Em meio à polêmica e aos números alarmantes, especialistas reforçam ainda mais a importância de se debater prevenção, educação sexual e as consequências de uma gravidez precoce.

O Todas as Coisas será transmitido ao vivo pela TV Brasil Central/TV Cultura canal 13, ou na NET canal 520, a partir das 19h. Pode ser acompanhado também pelo Facebook (/tvbrasilcentral); e depois no Youtube (www.youtube.com/tvbrasilcentral).

O telespectador pode participar do bate-papo enviando perguntas e comentários pelo Whatsapp (62) 3201-7704

ABC Digital