Automedicação é o tema do programa Todas as Coisas

Programa vai abordar um hábito comum dos brasileiros, que é o de fazer uso de medicamentos sem prescrição médica.

Foto das apresentadoras do programa Todas as Coisas: Susete Amâncio e Kamylla Rodrigues

O Todas as Coisas da TV Brasil Central desta segunda-feira, 20, vai falar sobre a automedicação, uma prática comum entre os brasileiros. O programa é apresentado por Susete Amâncio e Kamylla Rodrigues,  e começa às 19 horas.

O assunto da automedicação traz um alerta, devido ao grande número de pessoas que usam remédio por conta própria. Mais da metade da população brasileira, faz o uso de remédio sem a receita médica. Mas quais os malefícios desse hábito? É o que o Todas as Coisas vai abordar, com a presença de convidados e especialistas na área.

A automedicação é cultural no Brasil. No País onde o acesso ao serviço médico é muito difícil, a prática de comprar remédio por conta própria virou hábito comum. Dor de garganta ou de cabeça, febre, resfriado e até um gripe alérgica, todo mundo já sabe o remédio que vai usar para tal enfermidade.

Risco

Porém, por mais simples e inofensivo que um medicamento possa aparentar ser, dependendo o caso pode trazer outros problemas de saúde ao usuário. Mas grande parte da população brasileira não se importa e prefere correr o risco.

Pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF) mostra que quase metade dos brasileiros se automedica pelo menos uma vez por mês, e 25% o faz todo dia ou pelo menos uma vez por semana. De acordo com o estudo, a automedicação é um hábito comum para 77% dos brasileiros.

Convidados

Para falar sobre a automedicação esta edição do Todas as Coisas conta com as participações da médica Heloíse Helena Silva Medeiros, intensivista do Hospital Alberto Rassi; Daniel Jesus de Paula, farmacêutico especialista em Farmacologia e mestre em Gestão, Pesquisa e Desenvolvimento em Tecnologia; e a jornalista Norma Leitte, produtora da TBC, que vai dar depoimento como uma pessoa que faz uso constante de automedicação.

 O programa será transmitido ao vivo, pela TV Brasil Central/TV Cultura canal 13, ou na NET canal 520, a partir das 19h. Pode ser acompanhado também pelo Facebook  (/tvbrasilcentral); e depois no Youtube (www.yotube.com/tvbrasilcentral).

O telespectador pode participar do bate-papo enviando perguntas e comentários pelo Whatsapp (62) 3201-7704.